Arqueólogo trabalha em sítio arqueológico em Kosovo, onde há restos das culturas adriática e balcânica


Kosovo é um rico site arqueológico ainda não explorado suficientemente. Na terça-feira, foram exibidos restos de peças que pertenceram às culturas adriática e balcânica.


Os objetos datam de pelo menos 6.000 anos e se encontravam escondidos na vila Reshtan, ao sul da capital Pristina.


Objetos estavam escondidos na vila Reshtan, ao sul da capital Pristina, em Kosovo


Arqueólogo exibe peça antropomórfica feita em cerâmica


Outro artefato de cerâmica encontrado no sítio arqueológico de 6.000 anos


UE (União Europeia) participa de conversas entre Kosovo e Sérvia para devolução de peças roubadas por forças sérvias em 1999


Na foto, objeto que se presume ser uma cabeça de vaca encontrada em vila de Kosovo


Apesar de ser rico culturalmente, Kosovo não tem dinheiro suficiente para financiar escavações arqueológicas


Peças são exibidas para visitantes do sítio arqueológico em Kosovo


A UE (União Europeia) participa como negociador das conversas travadas entre os governos de Kosovo e Sérvia para a devolução de peças arqueológicas roubadas de museus pelas forças sérvias em 1999.


Segundo especialistas, Kosovo, apesar de ser rico culturalmente, não tem dinheiro suficiente para financiar escavações arqueológicas.


Fonte: Folha.com


____________________________________
Sítio arqueológico de 6.000 anos é encontrado em Kosovo Gorill11